Como cuidar a angústia na saúde

Se você sofre de agonia pela saúde, poderá se perguntar como tratá -la. A despeito de seja possível tratar a aflição naturalmente, o mais recomendado modo é atingir tua circunstância subjacente. Se a razão subjacente for claro, seu corpo humano pode se curar por conta própria. Caso oposto, você pode necessitar de remédios, operação ou outros tratamentos. Se você não alcançar reconhecer a circunstância, visite seu médico ou entre em contato com serviços médicos de urgência. Os profissionais de saúde conseguem ajudá -lo a gerenciar a agonia e torná -lo o mais confortável possível.

Custo da angústia crônica nos EUA

A Academia Nacional de Ciências estima que o custo da angústia crônica nos Estados unidos chegue a US $ 560 bilhões por ano. O custo total da aflição é composto por custos diretos de assistência médica, dias de serviço perdidos e salários reduzidos destinado a pessoas com agonia. Isto torna a dor mais cara do que algumas outras doenças. Independentemente da idade, a angústia tem um tremendo impacto financeiro pela nação. A agonia crônica afeta negativamente a produtividade e custa a economia dos EUA mais do que qualquer outra doença.

O Programa Federal do Medicare tem o peso desses custos, representando entre US $ 65,três e US $ setenta e sete bilhões em 2008. Em 2008, o gasto total do tratamento de pacientes com angústia nas costas e no pescoço foi de quase US $ 935 bilhões. Estas estimativas não respondem por perda de produtividade devido à aflição em trabalhadores e cuidadores pessoais, e o número emocional de sofrimento. Além do mais, a angústia é uma das principais causas de receita tributária perdida para os empregadores; dessa forma, o custo total poderá ser ainda superior.

Sentido da angústia em tenra idade

O estudo examinou 508 díades de jovens com ao menos um dos pais. A maioria dos membros era do sexo feminino, com idades variando de catorze a quinze anos. Destes, 148 relataram dor na saúde em determinado momento de suas vidas. A dor foi categorizada como persistente ou não persistente, e a intensidade da agonia foi avaliada usando escalas de classificação numérica. Além disso, os itens de interferência da dor foram combinados pra fornecer índices de atividade e emoções. O BPI norueguês tem propriedades psicométricas satisfatórias e foi validada com jovens.

Pesquisadores da Universidade de Princeton analisaram padrões de agonia em diferentes coortes etárias. A idade em que a agonia é relatada tende a aumentar com a idade. Pessoas nascidas por mais de cinco anos relataram mais agonia do que seus antecessores. Essa tendência foi mais pronunciada em indivíduos sem um diploma universitário de 4 anos. As pessoas nascidas em 1955-1959 e 1965-1969 relataram níveis de agonia significativamente mais altos aos 52 anos do que aqueles nascidos em 1964-1959 ou 1965-1969.

Significado da angústia em populações vulneráveis

A prevalência de aflição crônica de alto encontro é superior entre adultos sem seguro de saúde privado, adultos de baixa renda e mulheres. Os residentes rurais e as pessoas que vivem na pobreza também experimentam maiores prevalências de agonia na saúde. A aflição crônica é particularmente comum em comunidades de baixa renda e carentes. Contudo, não existe uma descrição universalmente aceita de angústia na saúde, e é necessária procura para reconhecer as características das populações vulneráveis. Pra fornecer cuidados de característica a estas populações, a busca tem que se concentrar pela identificação dos fatores de risco para a agonia crônica.

Como cuidar a angústia na saúde 2

Além da angústia crônica, uma proporção significativa de pessoas com populações vulneráveis ​​experimenta desvantagens sociais e econômicas. Eles sofrem aflição física e psíquica e normalmente precisam de acompanhamento multidisciplinar pra designar que tipo de tratamentos são apropriados para eles. Em um estudo recente, 19 % das pessoas com angústia crônica haviam perdido o emprego ou “se desintegraram” da sociedade. A aflição também pode levar a uma perda de liberdade financeira, convertendo esses pacientes mais vulneráveis. Vários desses indivíduos estão em situações precárias ou vulneráveis ​​e geralmente não são reconhecidas por sua equipe de cuidados.

Opções de tratamento

Além dos medicamentos prescritos, as opções de tratamento para agonia pela saúde assim como podem adicionar exercícios e abordagens psicológicas. As abordagens físicas têm um prazeroso registro de segurança, porém as abordagens psicológicas podem ter efeitos colaterais, de forma especial em pacientes com circunstâncias especiais. Os suplementos alimentares também conseguem causar interações com medicamentos. Dependendo da sua situação, seu médico poderá orientar suplementos alimentares ou abordagens psicológicas como uma forma de gerenciar a dor crônica. O mais recomendado mecanismo para tratar a agonia na saúde é consultar seu médico antes de dar início cada nova terapia.

Os tratamentos psicológicos são não farmacológicos e são capazes de aperfeiçoar a propriedade de existência do paciente e cortar o estresse fisiológico. Bem que não forneçam alívio instantâneo da dor, cortam os sintomas, melhoram a particularidade de existência e melhoram o sono. Se você está sofrendo de agonia crônica, considere procurar tratamento numa clínica de saúde ou instalação de reabilitação. Várias dessas instalações são especializadas em garantir alívio da angústia aos pacientes. Obter tratamento adequado é crítico e aumentará tuas oportunidades de se recuperar. Eu quase neste instante havia me esquecido, pra compartilhar este post com você eu me inspirei por este website https://evitarejaculacaoprecoce.med.br/periodo-refratario-como-encurta-lo, por lá você poderá localizar mais informações importantes a esse post.

Se você estava interessado no tema nesse artigo, aqui estão mais novas páginas com conteúdo semelhante:

Mais dicas

a nossa página inicial

por favor, clique na seguinte página da web

Saber mais